Vai morar sozinho? Veja essas dicas essenciais

Seu sonho é morar sozinho?

Saiba que você não é o único! Segundo a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), quase 11 milhões de brasileiros moram sozinhos.

Por entendermos que não é uma tarefa simples, elaboramos algumas dicas essenciais para você que vai morar sozinho. De planejar sair de casa até sentar no sofá do novo lar, há um caminho a ser percorrido. Veja como se organizar para isso abaixo!

Vai morar sozinho
Vai morar sozinho

Monte um orçamento mensal

Planejar envolve levantar informações de diferentes naturezas. Você precisa ter uma visão de aspectos importantes para não deixar de fora itens críticos que impactam na sua vida. Observe:

Considere todas as suas despesas

Pagar as despesas é garantir o básico da sobrevivência.

Por isso, liste os gastos com aluguel, energia, água, gás, internet, IPTU, condomínio (se for o caso), alimentação, plano de saúde, educação, investimentos e lazer.

Não esqueça dos gastos eventuais com manutenção de móveis, eletrodomésticos e ambientes.

Faça uma reserva de emergência

Essa dica vale ouro: em caso de imprevistos, ter a sua reserva guardada e disponível garante que você não precise recorrer aos empréstimos ou créditos de terceiros.

reserva de emergência corresponde ao valor de 6 meses do seu custo de vida atual. Por exemplo, se os seus gastos mensais são de R$ 2.500,00, a sua reserva deve ser de R$ 15.000,00.

Corte gastos desnecessários

Morar sozinho é uma escolha enorme que envolve planejamento, controle do financeiro e, inclusive, abrir mão de supérfluos e desejos em alguns momentos.

Por isso, caso você tenha gastos desnecessários, experimente cortá-los. Pode ser, por exemplo, ficar apenas com 1 streaming no lugar de 4 ou fazer o jantar em casa ao invés de ir ao restaurante que está bombando nas redes.

Escolha o imóvel com calma

Para morar sozinho você também precisa avaliar algumas prioridades relacionadas ao local e forma da moradia. Confira os 3 principais itens para avaliação inicial:

Localização

A região onde está localizado o imóvel é um fator determinante na escolha de morar sozinho. Isso porque ela impacta diretamente na qualidade de vida.

Faça um checklist com alguns itens para verificar a proximidade do imóvel como pontos de ônibus ou metrôs, escolas ou faculdades, farmácias, shoppings, hospitais, supermercados, padarias, postos de combustíveis e outros estabelecimentos que sejam importantes para sua rotina.

Segurança

Verifique se o imóvel está localizado em um bairro seguro, ou se é um lugar com altos índices de violência.

Converse com a vizinhança do lugar.  Nada melhor do que interagir com pessoas que já estão habituadas ao local onde você está pretendendo morar.

Com mobília ou sem?

Todo mundo quer dar um toque pessoal no lugar onde mora, seja apenas um quadro na parede ou a decoração da sala toda, a casa sempre tende a refletir a personalidade do morador.

Mas é possível encontrar imóveis com maior valor agregado por já serem mobiliados, isso obviamente significa um aluguel (ou preço de venda) mais alto, mas muitas vezes é válido pagar por essa facilidade, pelo fato de que comprar todos de uma vez pode te descapitalizar muito rápido logo de início. Avalie com cuidado!

Não tenha pressa!

O seu bem-estar merece ser pensado com carinho por você. Por isso, planeje a sua jornada para morar sozinho com antecedência e sem atropelar as contas.

Se você estiver buscando um apê em São Paulo, a SQuatro tem um imóvel perfeito para quem quer conquistar o sonho de ter seu lugarzinho próprio: o DNA Paulistano

Conheça o empreendimento!

Que tal compartilhar

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Posts Recentes

Em destaque

Studios em SP

Studio, 1 ou 2 dorms / 22 a 107m²​